Monetização vem aí! TikTok anuncia fundo milionário para pagar criadores pelos vídeos

Pretendido por investidores dos Estados Unidos enquanto não é banido do país – algo que é desejo do presidente Donald Trump –, o TikTok comunicou trabalhar em um fundo de US$ 200 milhões para pagar os seus criadores de conteúdo.


A intenção é apoiar os produtores mais ambiciosos, os quais estariam em busca de oportunidades para promover um meio de se manter no aplicativo, como afirmou um porta-voz da plataforma ao site The Verge.

Caso isso venha a se concretizar, seria o primeiro grande esforço do serviço para monetizar seus conteúdos e pagar diretamente os criadores pelo seu conteúdo. Outra possibilidade seria arrecadar por transmissões ao vivo.

A tendência é que os produtores de vídeos já recebam pagamentos regulares ao longo do próximo ano, com promessa de crescimento do fundo ao longo do tempo. No entanto, a companhia não chegou a declarar se existirá um limite de pessoas que receberão o financiamento – nem a frequência em que isso acontecerá.

“Através do TikTok Creator Fund, nossos criadores poderão realizar ganhos adicionais que refletem o tempo, o cuidado e a dedicação que eles colocam em se conectar criativamente com um público inspirado em suas ideias.”

Vanessa Pappas

Gerente geral do TikTok

Esta não seria a primeira iniciativa do tipo para o TikTok. Em maio, chegou a criar um Fundo de Aprendizagem Criativa de US$ 50 milhões, para pagar a professores.

Diferente do YouTube, que exige 4 mil horas de tempo vistos e mais de 1.000 inscritos nos últimos 12 meses, o serviço chinês seguia mais os padrões do Instagram – com possibilidade de executar vídeos patrocinados, mas sem um programa de monetização.

 

Você pode gostar...