Tinder testa chamada de vídeo no Brasil e em outros 12 países

Recurso precisa ser aprovado por quem está “do outro lado da telinha”

O aplicativo de paquera mais popular do Brasil anunciou nesta quarta-feira (8), uma novidade que pode elevar o nível do flerte à distância: suas próprias chamadas de vídeo. Diferente de outros mensageiros, no entanto, ambos os usuários envolvidos precisam consentir.

O Tinder avisa que o lançamento ainda não está amplamente disponível. Inicialmente foram selecionados usuários dos EUA, Brasil, Austrália, Espanha, Itália, França, Vietnã, Indonésia, Coréia, Taiwan, Tailândia, Peru e Chile para teste.

Com o novo recurso, após o famoso match (combinação) e o início da conversa por texto, quem está de um lado pode ativar o ícone da chamada de vídeo. Para funcionar, de fato, é preciso que quem está do outro lado também o acione.

“Conectar face a face é mais importante do que nunca, e nossa nova feature representa uma nova forma para pessoas se conhecerem por meio do app, independente de distanciamento físico”, avalia Rory Kozoll, responsável por segurança de produto no Tinder.

Fonte: TVBrasil/Tecnolog.p

Você pode gostar...